sexta-feira, 14 de abril de 2017

Resenha: Sweet Lich - "Never Satisfied" (2017)


Após um ano maravilhoso para o Heavy Metal, com ótimos lançamentos de bandas clássicas e bandas novas surpreendendo, casos de Eternal Champion, Iron Spell, Ancient Empire, Hitten, Axxion, Cauldron e outras milhares que mandaram muito bem, o ano de 2017 surge como promissor, haja visto a quantidade de shows altamente esperados, além de lançamentos prometidos e desde já tão aguardados.

Logo no início do ano, fui surpreendido por um álbum de estréia muito bom de uma banda promissora, Sweet Lich. A capa me chamou atenção pelo logo, você pensa que se trata de uma banda de Stoner, a capa contribui para isso com suas cores fortes, um amarelo vibrante em contraste com um roxo bem claro, mas não se trata de Stoner não meu amigo. O Álbum "Never Satisfied" é um Heavy Metal tradicional simplório, no sentido de não buscar elementos novos e sofisticados para sua composição, com um som bem produzido, um vocal bem característico e modulado, além de bases totalmente anos 80's (com uma boa influência Hard Rock), um baixo muito presente e vibrante e uma bateria rítmica precisa. 

A faixa de abertura do álbum, "Aim", começa de forma bem simples com uma frase de bateria marcante, a música possui passagens calmas e clássicas além de um refrão muito bacana, daqueles fáceis de ser cantado. O vocal usa técnicas em partes da música que ficam legais e não ferem nossos ouvidos, além disso, o solo é bem melódico e muito bem ambientalizado. A faixa-título do álbum é uma faixa mais direta, com uma base continua, um baixo mais presente e audível, novamente uma bateria simples, além da presença de um vocal mais modulado com muitas variações presentes, de tons mais limpos para tons com maior rouquidão. Uma bela faixa! 

Em "Feelings", como o nome já diz, trata-se de uma faixa mais sentimental, com toques dedilhados, um baixo trabalhado e uma bateria bem suave. Um fato que chamou muito a atenção é a modulação vocal que em nenhum momento se ausenta, porém não se torna algo enjoativo. Uma faixa muito agradável. "Rebellion" entra com muita influências Hard Rock, bases em power acchords, uma bateria com compassos agradáveis e que conta com algumas viradas mais rápidas.


O ponto fraco deste álbum é que possui poucas passagens realmente diferenciadas, por isso algumas faixas soam um pouco repetitivas, talvez isso se deva ao fato de que Jakob Kramsjo seja o responsável tanto pelas partes vocais, como também pelas guitarras e o baixo. Este é o caso de "Life On The Run", uma faixa muito bonita e bem construída, porém chega um momento que soa apenas uma repetição e isso tira um pouco do encanto da banda. Em "Solution" acontece o mesmo, uma faixa de início promissor e um pouco mais contínuo, com um solo mais complexo que os anteriores, mas que se torna 'mais do mesmo' no conjunto da obra.

"Fight" é a faixa que mais me agradou no álbum, lembrando muito sons dos 80's de bandas como Cannon e Sacred Warrior (ambas em suas músicas mais cadenciadas), com refrão bem simples e marcante, uma boa base e um solo mais melódico demonstrando muita técnica. No encerramento do disco, ouvimos "Peace Of Mind", trazendo características que nos remete a musicalidade da boa e velha NWOBHM. 

Em resumo, trata-se de um bom álbum, com alguns pontos fracos, mas que surpreende por se tratar da estreia de uma banda muito nova (iniciou atividades no final de 2014) e formada apenas por dois integrantes, o multi tarefas e já mencionado Jakob Kramsjo e o baterista William Schakonat. 

Com riffs simples e bases mais calmas, "Never Satisfied" agrada com facilidade aos Headbanguers saudosistas, mostrando que o mundo do Metal ainda tem muito pra nos apresentar, mesmo quando se trata de uma sonoridade amplamente explorada. O registro foi lançado de forma independente e foi gravado e mixado por Andy LaRocque (lendário guitarrista da banda solo de King Diamond) no Andy La Rocque's Sonic Train Studios.  

Integrantes:

Jakob Kramsjo (vocals, guitarra e baixo)
William Schakonat (bateria)

Faixas:

01. Aim
02. Never Satisfied
03. Feelings
04. Rebellion
05. Life On The Run
06. Solution
07. Fight
08. Peace Of Mind


Nota: 7,2
Por Yurian Paiva

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...