sexta-feira, 29 de julho de 2016

Política: O que os grandes ícones do Metal estadunidense pensam a respeito de Trump


Se o Brasil vive um momento conturbado na política com um processo de Impeachment pra lá de polêmico e um início de mandato cheio de escândalos do atual presidente em exercício, nos EUA a corrida presidencial vem sendo alvo de diversas especulações e graças as declarações do candidato Donald Trump e suas posições pra lá de questionáveis, há um grande debate em exercício no país.

Vocês devem estar se questionando o que o Metal tem a ver com isso não é? 

Bem, em estilos mais extremos como o Thrash e o Death Metal, é bem natural que as bandas se inspirem exatamente na política para elaborar as suas letras. Protestos e pontos de vista sobre o tema são bem naturais em álbuns de Metal, assim como é natural os integrantes das bandas se posicionarem a favor ou contra partidos e políticos em específico. 

O por que de tanto ódio e principalmente o falatório em cima do candidato republicano Donald Trump, se deve ao fato de que o megaempresário deu declarações em que acusava o México de enviar drogas e estupradores através da fronteira dos EUA e prometeu caso fosse eleito, "construir um muro" entre os dois países. 

O governo mexicano rebateu as acusações dizendo se tratar de idéias preconceituosas e desde então, músicos renomados do Metal vem emitindo as suas opiniões sobre a candidatura de Trump.

Eric Peterson, guitarrista do Testament, opinou sobre as eleições de 2016 em uma entrevista ao PlanetMosh:

"Eu realmente não sou um republicano, eu gostava de algumas das coisas que Donald estava dizendo, em primeiro lugar, você sabe, quando você retirar os trocadilhos, é bem legal. Ele teria sido o presidente perfeito nos anos 40, quando tudo era mais pró-americano e o mundo não era tão voltado para os EUA, seria ótimo, mas o mundo agora é todo globalizado e precisamos parar de falar sobre a construção de paredes, ele precisa ser mais global e não ficar dizendo, você sabe, "fora muçulmanos!'" ou "os mexicanos..." e eu tenho certeza que isso não significa que ele quer isso. Ele é mais como uma pessoa normal e está aprendendo que você não pode simplesmente dizer o que pensa na política, você simplesmente não pode. As pessoas vão realmente julgar o que ele disse, seria como eu me candidatando à presidência, provavelmente diria um monte de coisas estúpidas, mas eu não quis dizer isso. Eu só estou dizendo que, entendam, "eu penso em dizer isso, mas na verdade eu quis dizer de uma outra maneira" e eu acho que ele está descobrindo isso."

O guitarrista do Slayer Kerry King, como sempre, expressou sua opinião de forma menos polida e disse a revista Rolling Stone:

"Eu certamente não sou um analista político, mas eu acho que Hillary Clinton é a escolha correta. Trump é apenas um espetáculo que eu nem vou pedir desculpas a todos os seus seguidores. Eu acho que a razão pela qual ele é tão popular é porque ele é como a versão política da WWE, ele é sensacional como um wrestling e é por isso que a media americana o ama, ele é o maior mentiroso que eu já vi na política. Quer dizer, a maioria deles são mentirosos, mas ele apenas despeja mentiras na sua face"

Outro músico conhecido por tecer letras ácidas sobre a política global, principalmente sobre a dos EUA e que também falou sobre o tema foi o líder e fundador do Megadeth, Dave Mustaine. O guitarrista e vocalista conversou com um fã através do Periscope e quando questionado se era um fã de Trump, respondeu o seguinte:

"Eu sou um fã de Donald Trump. Bem, ele é um empresário muito bem sucedido e se eu vou votar nele? Isso não é da sua conta. Se eu fosse eu não iria lhe dizer e se não fosse, eu também não iria te dizer. O que eu posso te dizer é que não voto em Hillary, gostaria de votar a favor de Vic Rattlehead (a mascote da banda)"

Muitos outros artistas e personalidades expressaram as suas opiniões, o Brujeria até prestou uma "singela homenagem" a Trump em seu recém lançado single, "Viva Presidente Trump!". Confira a canção através do link abaixo:


Este é sem dúvidas o assunto do momento na terra do Tio Sam e os músicos ligados ao Metal em sua maioria, dão as suas opiniões sem que milhares de julgamentos ocorram, simplesmente cada um possui a sua visão e a expõe, bem diferente do que ocorre no Brasil, onde cria-se regras para tudo e qualquer declaração vira um debate sem fim e sem respeito algum ao próximo.

Recentemente a banda Violator expressou o seu sentimento, em forma de um xingamento ao político Jair Messias Bolsonaro em sua página oficial do Facebook, o resultado foi uma verdadeira guerra onde centenas de frases prontas e a maioria delas, sem embasamento algum, desferiram teorias nonsense e regras sobre como um headbanger deve se enquadrar politicamente para que tenha ou não direito de ouvir Metal. Uma tremenda babaquice de ambas as partes.

Gostaríamos de saber o que pensam a respeito das declarações dos músicos e como uma possível eleição de Donald Trump afetaria o mundo?

Observação importante: esta postagem é informativa e com a pergunta acima, pretendemos promover um debate de idéias, sem xingamentos e principalmente, contando com o respeito a idéias opostas. Ninguém é o dono da verdade suprema e cada indivíduo pode e deve exercer o direito de expor suas opiniões, porém sempre respeitando o próximo. Qualquer comentário desrespeitoso será imediatamente apagado.

por Fabio Reis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...