sexta-feira, 22 de julho de 2016

Carcass: sobre o próximo álbum, "É como quando estávamos pensando no álbum "Necroticism", isso é como no início do Death Metal"


Bill Steer, guitarrista do Carcass, cedeu uma entrevista a ResidentRockStar.com no último dia 19 de julho e fez alguns comentários relevantes sobre como andam os preparativos do grupo em relação a composição de um novo álbum.

Quando questionado se poderíamos aguardar o sucessor de "Surgical Steel" (2013) ainda para este ano, o músico foi categórico:

"Definitivamente não, porque ainda estamos em turnê e não havia nenhuma maneira de fazer isso. Eu acho que alguns de nós na banda realmente queria ter começado o processo no ano passado, mas nem todo mundo se sentia da mesma maneira e eu acho que na mente de Jeff, precisamos fazer esta turnê, que vai até até o final deste ano. Aí então, nós podemos começar, você sabe, devagar. Não tem jeito de escrevermos e gravarmos um registro enquanto estamos na estrada. Sabe o que quero dizer, simplesmente não é possível, não o tipo de música que queremos."

No decorrer do bate papo, Steer acabou relatando um pouco de suas vontades pessoais com relação a composições novas, porém se mostrou em comum acordo com os demais integrantes. Confira o trecho:

"É uma tortura para mim, porque eu gostaria de ter começado a trabalhar em novas músicas antes dessa última turnê pelos Estados Unidos, mas eu sou apenas um membro da banda. Suponho que se tivéssemos feito muito rapidamente, logo após o último registro, ele não teria sido levado muito a sério de qualquer maneira. Poderíamos ter mexido nossas bundas e feito um álbum realmente válido, mas ele ainda estaria na rabeira do que o anterior foi e a toda publicidade que girou em torno dele. Eu não acho que teria feito muito bem, então eu entendo a lógica nesse sentido, mas apenas como um cara na banda é frustrante, porque você quer criar coisas novas e dois anos e meio, três anos, para um guitarrista, estando em turnê tocando um conjunto semelhante de músicas, pode ser estranho em um dia ruim."

Sobre o atual momento e o que o Carcass tem em mente para seu próximo registro, a comparação foi surpreendente. 

"Quando estamos juntos atualmente e trabalhamos nas coisas do Carcass, eu acho que é um quadro muito semelhante de influências e pensando, nós voltamos, é como quando estávamos pensando no álbum No. 3, "Necroticism", isso é como no início do Death Metal, o material que nós ainda reverenciamos, e também uma banda como Slayer obviamente, Mercyful Fate e King Diamond. Há toda a NWOBHM, que eu sou um grande fã, eu gosto de toda uma gama de Hard Rock dos anos 70, mas eu sou muito cuidadoso sobre o quanto desse sentimento eu trago para a banda, porque há um limite para o quanto você pode colocar esses elementos. Nós só fazemos o que nos faz sentir bem, eu acho que é como nós trabalhamos. Em "Surgical Steel"', nós apenas entramos na sala de ensaios todos os dias com uma carga de riffs e tocamos aquelas coisas, se algo nos faz sentir bem, apenas corremos e gravamos ela."

Desde já, estamos aguardado com muitas expectativas este novo álbum do Carcass, provavelmente ele não deve ser lançado antes do segundo semestre de 2017, porém as declarações de Bill Steeler são sem dúvida alguma, extremamente empolgantes. Se o disco virá ou não com algumas características de "Necroticism Descanting The Insalubrious" (1991) ou não, somente o tempo dirá, porém enquanto aguardamos, vamos relembrar este grande clássico: