terça-feira, 12 de julho de 2016

Arch Enemy: Angela Gossow fala sobre sua aposentadoria, Alissa White-Gluz e como passou a gerenciar a banda


Angela Gossow foi a vocalista do Arch Enemy durante 13 anos, gravou os álbuns "Wages Of Sin" (2001), "Anthems Of Rebellion" (2003), "Doomsday Machine" (2005), "Rise Of The Tyrant" (2007), "The Root Of All Evil" (2009) e "Khaos Legions" (2011). 

Em 2014, Angela anunciou repentinamente a sua aposentadoria e desde então, continuou ligada a banda como a gerente de negócios do grupo. Recentemente, deu uma entrevista onde disserta sobre diversos assuntos relacionados a banda. Confira abaixo alguns dos trechos mais pertinentes das declarações.

Sobre a decisão de sair da banda:

"Há um tempo e um lugar para tudo. Comecei a cantar em 1991. Estava simplesmente perdendo a alegria de fazendo isso, vivendo uma vida na estrada, então eu decidi renunciar ao invés de fingir."

Sobre sua sucessora, a vocalista Alissa White-Gluz:

"Tomei conhecimento de Alissa há vários anos atrás, ela foi a um show do Arch Enemy em Montreal e me disse que "Wages Of Sin" foi o motivo para que ela começasse a cantar. Eu verifiquei os trabalhos anteriores dela e fiquei realmente impressionada. Quando comecei a pensar sobre meu futuro e o futuro da banda, decidi me aproximar dela. Não existem muitas vocalistas na cena que escolheria para essa tarefa, é fácil jogar alguns clipes no YouTube e fingir ser sério, mas o jogo real é muito mais difícil. Você vai estar lá fora tocando, não importa como você se sinta, você tem uma responsabilidade, precisa doar grande parte do seu tempo para se tornar uma profissional capaz de fazer turnês e gravar álbuns. Você precisa de disciplina, saúde e talento, ela tem tudo isso."

Sobre o gerenciamento da banda:

"Eu mudei a forma de trabalhar que um manager geralmente adota. Eu tomo uma comissão muito menor e sempre me certifico que o artista ganhe mais dinheiro do que eu no final do dia. Os artistas fazem dinheiro excursionando, mas se as viagens se tornarem caras demais ou você tiver que cancelar uma turnê devido a falta de papelada, você está arruinado. É o dever de um gestor manter um bom fluxo de caixa, revisão de passaportes e declarações sobre ganhos, certificar-se de que todos os shows estão sendo pagos, conhecer quais lugares você precisa obter um adiantamento, não ter nenhum risco com autorizações de trabalho, contratar uma boa equipe e organizar tudo bem antes do tempo. Perder dinheiro e ter momentos estressantes é uma ameaça para a existência de uma banda. Tenho que estar acima de tudo, sóbria e alerta. Saber o que estou fazendo. Os números não mentem."

Pelo que podemos constatar, o Arch Enemy perdeu uma vocalista, porém ganhou uma ótima manager e é muito legal termos o conhecimento de que mesmo não fazendo mais parte da banda, Angela continua ajudando de forma tão direta e impactante o trabalho de seus ex-companheiros de palco.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...