sábado, 21 de maio de 2016

Lançamento: Assassin - "Combat Cathedral" (2016)


Pois é, apesar do logotipo diferente e do pouco ou quase nenhum alarde feito pela banda, se você por um acaso topar com esse disco por aí, não tenha dúvidas, trata-se mesmo do novo álbum da lendária banda alemã responsável pelos lançamentos dos clássicos "The Upcoming Terror" (1986) e "Interstellar Experience" (1988). 

A exemplo do Exumer, o Assassin retorna com um Thrash rápido, cortante e violento, sem superar suas duas obras máximas, porém lançando um disco pra lá de convincente e que deverá agradar a maioria dos fãs do gênero. Se o apenas bom "Breaking The Silence" (2011) passou meio que despercebido, esta nova empreitada deve render bons frutos aos alemães, já que é um trabalho anos luz a frente em termos de qualidade.

Tudo o que você espera do Assassin está de volta em "Combat Cathedral" e apesar de termos apenas Michael Hoffmann e Jürgen "Scholli" Scholz como remanescentes da formação original, a dupla de guitarristas faz muito bem a lição de casa e é responsável por riffs matadores, ótimas linhas e solos no mínimo inspirados.


Os vocais de Ingo Bajonczak são técnicos e bem agressivos, garantindo que nenhum fã fique choramingando a ausência de Robert Gonnella e a parte rítmica é sem dúvidas, um dos destaques do trabalho. Se o baixista Joachim Kremer (aquele mesmo que andou fazendo shows com o Nervochaos) é pontual  e não compromete, o baterista Björn Sondermann é um espetáculo à parte, executando diversas viradas e martelando seu instrumento de forma implacável ao longo de 53 minutos, que é o tempo de duração do registro.

O primeiro destaque do álbum é a faixa de abertura, "Back From The Dead",que é o que o nome já sugere e traz realmente o Assassin de volta do mundo dos mortos. Temos momentos empolgantes aos montes no decorrer da audição, "Undying Mortality", "Servant Of Fear", "Cross The Line", "Ambush", "Red Alert", enfim, a audição vale cada segundo investido.



Se você é um fã não apenas das antigas obras da banda, mas de um Thrash visceral, técnico, inspirado e cheio de energia, não deve deixar de ouvir "Combat Cathedral". Um disco que traz um Assassin renovado, revigorado e desde já, na minha lista de melhores álbuns do ano no estilo. Altamente recomendado!

Integrantes:

Michael "Micha" Hoffmann (guitarra)
Jürgen "Scholli" Scholz (guitarra)
Joachim Kremer (baixo)
Björn "Burn" Sondermann (bateria)
Ingo Bajonczak (vocal)

Faixas:

 1. Back From The Dead
 2. Frozen Before Impact
 3. Undying Mortality
 4. Servant Of Fear
 5. Slave Of Time
 6. Whoremonger
 7. Cross The Line
 8. What Doesn't Kill Me Makes Me Stronger
 9. Ambush
10. Word
11. Sanity From The Insane
12. Red Alert 

por Fabio Reis
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...